OLIVEIRA FERREIRA SILVEIRA

Escritor, poeta, professor, ativista e pesquisador sul riograndense, primeiro a sugerir o dia 20 de Novembro como Dia da Consciência Negra no Brasil, pois considerou que a data da morte de Zumbi do Palmares era efetivamente uma data que tinha requisitos que apresentavam objeto de orgulho para a população negra.

Um dos criadores do Grupo Palmares, de Porto Alegre, um dos fundadores do MNU-RS – Movimento Negro Unificado; foi integrante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial. Oliveira Silveira foi sempre muito atuante na visibilização e preservação da cultura negra do Rio Grande do Sul.

Em reconhecimento ao seu trabalho, recebeu várias distinções como a menção honrosa da União Brasileira de Escritores, do Rio de Janeiro, pelo livro Banzo Saudade Negra, em 1969; medalha ao Mérito Cruz e Sousa, da Comissão Estadual para Celebração do Centenário da Morte de Cruz e Sousa – Florianópolis – SC, em 1998.

Dentre suas obras destacam-se Poemas Regionais (1968), Banzo Saudade Negra (1969), Pelo Escuro (1977).

Oliveira Silveira nasceu em Rosário do Sul, RS, em 1941, e faleceu na cidade de Porto Alegre, RS, em 1 de Janeiro de 2009.

 

Selvo Afonso

Acrílica sobre tela, 1.0m x 0.70m 2017