Luís Gonzaga Pinto da Gama (LUÍS GAMA)

Importante líder abolicionista e republicano, poeta, jornalista e advogado. Nascido livre no dia 21 de Junho de 1830, em Salvador, Bahia, aos 10 anos foi vendido pelo pai, branco, em função de uma dívida de jogo, indo trabalhar numa fazenda da qual fugiu aos 17 anos.

Cursou Direito como aluno ouvinte, conquistou judicialmente a própria liberdade e passou a atuar na advocacia em prol dos cativos, sendo já aos 29 anos autor consagrado e considerado “o maior abolicionista do Brasil”.

Fundou o jornal Diabo Coxo (1864), entre outros, e escreveu em diversos jornais, inclusive com Rui Barbosa.

Fundador do Partido Republicano Paulista, participou ativamente de sociedades secretas de apoio financeiro e para fuga de escravizados foragidos, além de apoiar nos tribunais na libertação de mais de 500 destes fugidos.

Poeta da segunda geração do Romantismo brasileiro, é autor de Primeiras Trovas Burlescas (1859 e 1861).

Luiz Gama faleceu na cidade de São Paulo, em 24 de Agosto de 1882, devido ao diabetes.

 

Selvo Afonso

Acrílica sobre tela, 1.0m x 0.70m 2017