JOAQUIM MARIA MACHADO DE ASSIS

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 21 de Junho de 1839 e faleceu na mesma cidade, a 29 de Setembro de 1908.

Jornalista, cronista, contista, romancista, poeta, teatrólogo e crítico, era mestiço. Filho de operário e morador do Morro do Livramento, trabalhou como aprendiz de tipógrafo na Imprensa Nacional para ajudar na sustentação da família, vindo a tornar-se, mais tarde, ajudante do Diretor de Publicação do Diário Oficial.

É considerado pela Academia Brasileira de Letras “o escritor maior das letras brasileiras e um dos maiores autores da literatura de língua portuguesa”. Autor de Memórias Póstumas de Brás Cubas, 1881; Quincas Borba, 1891; Dom Casmurro, 1899, entre outros importantes textos da literatura nacional em praticamente todos os gêneros literários.

Foi um dos idealizadores e fundador (cadeira nº 23) da Academia Brasileira de Letras, instituição que presidiu por mais de dez anos, e que, por sua importância, passou a ser chamada também de Casa de Machado de Assis.

 

Selvo Afonso

Acrílica sobre tela, 1.0m x 0.70m 2017